terça-feira, 22 de setembro de 2015

Respondendo a um unicista com um único versículo bíblico

Terça, 22/09/2015 por Ciro Sanches Zibordi
     Há algum tempo, ao ser provocado por um irmão (irmão?) unicista — inimigo da doutrina bíblica da Triunidade de Deus, mais conhecida como Trindade —, resolvi responder-lhe com um único versículo: João 14.16. Nesta passagem, Jesus, que é Consolador e o Deus Filho, disse que pediria a Deus Pai, o Deus de toda consolação, que enviasse outro Consolador, o Deus Espírito Santo. Observe: “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre”.

PRIMEIRO E-MAIL DO UNICISTA: “Pastor Ciro, fique sabendo que a Trindade é uma doutrina que não se encontra na Bíblia, foi criada por homens, por 318 bispos católicos; quando se fala em ‘nome’, está falando no singular, um nome, e não em nomes; quando você clama pelo Pai, Ele tem que ter um nome, não é mesmo? Então, esse nome obviamente será Jesus. Leia com cuidado a Palavra de Deus, pois o Diabo quer arrebatar a verdade da sua mente para que não veja a verdade!”
MINHA RESPOSTA: Fique sabendo que o irmão está equivocado! A Trindade é uma doutrina bíblica irrefutável. É a unicidade que é herética. Explique-me João 14.16, para início de conversa.

SEGUNDO E-MAIL DO UNICISTA: “Em Joao 10.30 está escrito: ‘Eu e o Pai somos UM’. Aqui explica a humanidade perfeita de Cristo. Deus se fez carne e habitou entre nós; Jesus como Homem podia orar; Ele foi submisso ao Pai, pois, quando Ele vier nas nuvens, você verá só um trono, e não três. Olha bem e veja o quanto você está enganado, e que Deus tenha misericórdia da sua vida, pois você se faz semelhante às pessoas do mundo, crendo em uma doutrina sem base que levará muitos à condenação. Jesus é Espírito; Ele estava em carne não podia habitar nos corações das pessoas ainda, pois o Espírito não tem carne e nem ossos”.
MINHA RESPOSTA: Para que mudar de assunto? Podemos falar sobre esses versículos, posteriormente. Mas, por favor, explique-me João 14.16. 

TERCEIRO E-MAIL DO UNICISTA: “A alegação dos defensores dessa teoria — pastores e leigos — é de que a palavra ‘outro’ é tradução do termo grego allos, que significa outro de mesma natureza. Segundo eles, como foi Jesus que pronunciou a frase ‘Eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro [allos] Consolador’, e ‘allos’ significa outro de mesma espécie, Jesus está se referindo a outro ser da mesma espécie que Ele. Sendo Jesus Deus, o Espírito da verdade deve ser um outro Deus diferente de Jesus, um outro Deus? Responda!”
MINHA RESPOSTA: Sim, allos, e não heteros, pois o Pai é Consolador, Jesus é Consolador e o Espírito é Consolador. Três Pessoas da mesma natureza e essência que formam um só Deus! Isso não é o mesmo que triteísmo, e sim tripessoalidade. Mas agora, por favor, me explique com clareza João 14.16. Quer dizer, então, que Jesus estava olhando para um espelho e dizendo: “Eu rogarei ao Pai [que sou eu mesmo], para que Ele [que sou eu mesmo] vos envie outro Consolador [que sou eu mesmo]”?

QUARTO E-MAIL DO UNICISTA: “A palavra ‘Trindade’ existe em sua Bíblia? Verifique de Gênesis a Apocalipse. Não existem três tronos, e sim um só. Em Mateus 28.19, o Senhor Jesus falou em parábolas, dando uma ordenança para batizar... Em Lucas 24.45-49, Ele disse que em seu nome se pregasse o arrependimento para remissão dos pecados. Pedro, em Atos 2.38, com autoridade responde: ‘arrependei-vos, e cada um de vos seja batizado em nome de Jesus Cristo’. Sabe por que Pedro e a igreja primitiva realizaram o batismo em nome de Jesus? Que Jesus Cristo lhe revele o batismo da unicidade! Ah, não se esqueça de procurar a palavra ‘Trindade’ em sua Bíblia”.
MINHA RESPOSTA: Eu também lhe faço uma pergunta: As palavras “unicismo”, “unicista” ou “unicidade” aparecem em sua Bíblia? Verifique entre Gênesis a Apocalipse. Mas, antes de falarmos sobre o batismo de modo mais amplo, explique-me, por favor — insisto —, o texto de João 14.16. Ah, sim, e não se esqueça de procurar o termo “unicidade” em sua Bíblia”.

QUINTO E-MAIL DO UNICISTA: “Em relação a João 14.16, Jesus em João 8.56-59 declara aos judeus que é Deus. Em João 10.30 e 17.11 diz que Ele e o Pai são um. Em João 14.6-10 Ele disse: ‘Ninguém vem ao Pai senão por mim’ e ‘estou há tanto tempo convosco’. Em Atos 20.28 está escrito: ‘Olhai, pois, por vós e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constitui bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com o seu próprio sangue’. Em Judas vv.1-4 está escrito que Deus é o único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo. Em 1 João 5.20 vemos que Jesus é o verdadeiro Deus. A unicidade está clara nos textos citados. Em João 1.1 quem era o Verbo?”
MINHA RESPOSTA: “Caro irmão, eu sei que a estratégia dos unicistas (esta palavra não está na Bíblia!), adeptos da unicidade (este vocábulo também não aparece nas Escrituras!) e partidários do unicismo (este termo também não consta da Bíblia!), é citar várias referências bíblicas fora de contexto... Bem, a fim de não dificultar a nossa conversa, por enquanto, seria interessante o irmão explicar-me somente o texto de João 14.16. O que significa a Pessoa divina do Senhor Jesus pedir a Ele mesmo que envie ao mundo a si mesmo, sendo que Ele mesmo já estava no mundo? E, se Ele já estava no mundo, e Ele é uma única Pessoa divina — como o irmão explicou —, por que faria um pedido para si mesmo? Em contrapartida, eu me comprometo a responder às questões anteriores, principalmente as ligadas ao batismo. Já lhe adianto, entretanto, que o termo “nome”, em Mateus 28.19, tem função distributiva, englobando os três nomes das Pessoas da Trindade. Aguardo sua resposta, a fim de prosseguirmos a nossa amigável conversa.
MINHA CONCLUSÃO: Ainda estou aguardando a resposta quanto João 14.16 por parte de qualquer adepto da unicidade... E sabe de uma coisa? Mesmo que ela venha, jamais me convencerá, visto que a Palavra do Senhor é a minha fonte primacial de autoridade, a qual permanece para sempre. “E esta é a palavra que entre vós foi evangelizada” (1 Pe 1.25).

Ciro Sanches Zibordi
Fonte: http://www.cpadnews.com.br/blog/cirozibordi/apologetica-crista/162/respondendo-a-um-unicista-com-um-unico-versiculo-biblico.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço e será um prazer receber seu comentário que depois de aprovado será publicado.