terça-feira, 14 de abril de 2015

OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO SÃO FURIOSOS CONTRA A PALAVRA - (A coisa é bastante séria)

Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo, cujo fim e a perdição; cuja glória e para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas." (Filipenses 3.18-19).

Neste texto o Senhor Deus deixa bem claro que desde as primeiras gerações de pregadores, os mesmos enfrentaram problemas com falsos obreiros. Com pregadores do outro evangelho. Mas, ainda nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema? (Gálatas 1.8). Há um conflito entre a luz (verdade) e as trevas (mentira) as trevas são representada nesta querela, por pessoas e grupos religiosos que têm nome de que vive, mas entretanto estão mortas. São pseudo-servos de Cristo, que pregam uma doutrina estranha a aquela que o Senhor Jesus trouxe do céu.
Estes pregadores têm suas doutrinas identificadas com as doutrinas dos fariseus, e não com a doutrina de Cristo, sendo, portanto, uma mensagem anátema. O Apostolo Paulo é muito claro e direto ao demonstrar esta verdade, a sua ação é decisiva na promoção de informações que desmascaram esta classe de falsificadores da mensagem santa, deixando claro que são desrespeitadores da palavra de Deus e do evangelho eterno. Na sua epístola aos romanos, Paulo assim se reportou ?e rogo-vos irmãos, que noteis os que promovem e escândalos dissensões contra a doutrina que aprendeste; desviai-vos deles. Por que os tais não servem a nosso Senhor Jesus Cristo. Mas ao seu próprio ventre; e COM suaves palavras e lisonjas enganam os corações dos simples? (Rm 16. 17; 18) Esse texto é mais um preciosidade do apóstolo Paulo a serviço da sã doutrina.

Os inimigos da cruz de Cristo são todos aqueles que, renunciando a salvação pela fé em Cristo de que foram atraídos, crucificados, mortos e ressurretos com Cristo em Seu Corpo na cruz. Você já ouviu algo assim alguma vez: “não basta apenas crer em Cristo, você tem que participar de um retiro onde a unção vai ser ministrada em sua vida”. Ou talvez: “olha, crer em Jesus em sua morte e ressurreição não é suficiente, pois precisa de algo mais, como por exemplo: Você terá que quebrar todas as maldições da sua vida”. Eles se esquecem, ou talvez não sabem que na cruz no corpo de Cristo, todas as maldições foram quebradas! aleluia!

É necessário atentarmos com toda diligência para o que a Bíblia diz, pois não são poucos os que vivem para afrontarem a palavra de Deus. Todos que interpretam que a morte de Cristo não é suficiente para nossa redenção, por isso combatem a mensagem da cruz e se fazem inimigos da Sua cruz. O fim destes é a perdição! Se você tem vivido dentro de ambientes assim, reflita sobre suas mensagens e sua tradição. Quem é Jesus dentro da comunidade? O suficiente Salvador, ou haverá outras formas de salvação? Se Jesus não for o Rei, ele não aceitará nenhuma outra função e deixará o lugar. Pense nisso! Graça e paz queridos e amados de Aba.
https://www.facebook.com/claudioamorandi/posts/937314316300635

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço e será um prazer receber seu comentário que depois de aprovado será publicado.