quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Pregador Canção de Amores, Para Ouvidos "Açucarados". (Reflexão)

E eis que tu és para eles como uma canção de amores, canção de quem tem voz suave e que bem tange; porque ouvem as tuas palavras, mas não as põem por obra. Ezequiel 33:32

I. Introdução
      A igreja é santa e constituída pelos que se arrependem, crê e pratica o Evangelho. É constituída pelos que são vestidos da justiça de Cristo.  Deus vê a igreja e sabe quem são os seus. Mas o que eu pretendo ao escrever este artigo, é mostrar que assim como no passado mais precisamente no tempo de Ezequiel, a igreja daquele tempo que também era o povo de Deus, de tempos em tempos com poucas exceções, também se afastava de Deus e de seus mandamentos, e na sequência também vinha o juízo. Hoje não é diferente, existe uma igreja invisível que Deus conhece, mas também a visível que é a que conhecemos, e portanto, é dessa igreja global e visível que com respeito escrevo, tendo em vista o que tenho observado neste últimos tempos. Não quero entrar no mérito de quem é salvo e quem não é, mas apenas apontar que, uma grande parte desta igreja que conhecemos, foi e está sendo influenciada por homens que não possuem um conhecimento profundo das Escrituras e nem foram por Deus vocacionados, além de outros que não visam o bem dela. Mas também é de se observar, que grande parte dessa igreja global mesmo tendo mestres e homens vocacionados por Deus que lhes digam a verdade e todos os conselhos de Deus, não dão crédito e agem como impios que jamais foram regenerados, se é que foram regenerados.  Foi assim com o profeta do Senhor cujo nome era Ezequiel, e é assim com muitos hoje. Ezequiel era correto e passava tudo conforme o Senhor lhe mandava, mas o povo ouvia e não atendia.    

II. Desenvolvimento
    Pregações mamão com açucar e adocicadas, mensagens motivacionais, mensagens com promessas de gordas contas bancárias, mensagens com promessas de curas e prosperidade financeira, são as mensagens que o povo chamado santo de hoje querem ouvir. É claro que, as mensagens devem motivar seus ouvintes a procurar cumprir e andar na vontade do Senhor, mas só mensagens de cunho motivacional também não funciona, pois elas só servem para acariciar os ouvidos daqueles que não querem se converter. Agora mensagens que confronta a congregação com o pecado e a incentiva a deixá-lo? Nem pensar. Mensagens que os exortam a se afastar da maléfica influencia do mundo, dos maus costumes do mundo, dos vícios do mundo, da desonestidade do mundo, das práticas mundanas e perniciosas que Deus odeia? Nem pensar. Pregadores que pregam o que o povo precisa ouvir ao invés de pregar o que querem ouvir, com certeza não tem espaço nos dias de hoje, ainda que toda mensagem deve segundo a Bíblia, ser pregada com amor , respeito e mansidão. Ezequiel um profeta amoroso, mas que nem por isto deixava de pregar a Palavra de Deus para o povo de sua época, não era levado a sério e Deus observava isto. Era como se fosse um ator no palco, o povo lhe escutava, mas não obedecia. Seus corações estavam longe do Senhor e quando ouviam as exortações da Palavra de Deus por Ezequiel, entrava em um dos ouvidos e saia pelo outro. Bem o resultado de tudo isto, foi que o juízo veio sobre aquele povo que se gabava por ser conhecido como povo santo, mas que não ouvia a voz do Deus santo e poderoso que podia os proteger ou ensinar. Deus arrastou o Rei da Babilônia que destruiu o templo, passou muitos desobedientes ao fio da espada e levou os que se entregaram cativos para a Babilônia. Semelhantemente hoje com as raras exceções, os pregadores também são assim, não pregam contra o pecado seja ele de que origem e fonte for, manipulam as pessoas como que dizendo que a graça de Deus vai passar a mão em cima de seus pecados, erros e ofensas. Pregam uma graça barata, sem compromisso e sem renuncia. Como pregadores animadores de palco, pregam canções de amores que adulam os ouvidos do povo. Mas lembremo-nos o que Cristo disse, que sem santidade, não estou falando de legalismo, mas sem santidade ninguém verá o Senhor. Mensagens sobre arrependimento, conversão verdadeira, regeneração (novo nascimento), justificação, expiação, redenção, temor a Deus e gratidão, não interessa mais a esta geração. E o que dizer dos muitos escarnecedores, detratores, inimigos da cruz e da igreja que não se importam em conhecer com mais profundidade o Evangelho de Cristo, rejeitam a autoridade espiritual dos verdadeiros homens que Deus vocaciona e coloca para conduzir a igreja. Zombam da igreja, escandalizam-a e nivelam o nome da noiva do cordeiro por baixo. Outros fazem comércio dela e o resultado, é que, muitos que precisam da salvação, acabam desprezando-a, e assim, permanecendo na condenação do pecado. 

III. Conclusão
     Bem, o Senhor ainda está falando, Jesus ainda está salvando, a igreja de Cristo purificada pelo seu sangue é uma verdade que ninguém pode manchar, ela é santa, pura, sacerdócio real e povo santo. A igreja é a casa dos regenerados e não dos enganados, é a coluna e firmeza da verdade, e muitos que a despreza e a difama, receberão a paga se não se converterem e buscarem enquanto podem a misericórdia de Deus. Deus continua esquadrinhando corações e procurando verdadeiros adoradores. Pense nisto. Adalberto Pimentel da Silva                    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço e será um prazer receber seu comentário que depois de aprovado será publicado.