sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Estudo: “QUANDO ELE VIER, CONVENCERÁ O MUNDO DO PECADO, DA JUSTIÇA E DO JUÍZO”: A AÇÃO DO ESPÍRITO SANTO NA IGREJA E NO MUNDO

Texto Bíblico: João 16.8-11  

Introdução:
      Muitos evangélicos quando falam do Espírito Santo só falam sobre dons extraordinários, sobre os dons miraculosos. O Espírito Santo se tornou um poder que as pessoas decidem a hora que Ele vem. Toda hora para alguns e em certas igrejas é dia de pentecostes. O Espírito Santo está sempre sendo buscado como se estivesse ausente da Igreja ou da vida do crente fiel. Nós, porém, cremos que o Espírito Santo foi dado uma vez por todas à Igreja e que será derramado sobre toda carne. Além dos dons e dos frutos e da sua presença na Igreja, o Espírito Santo é a graça de Deus agindo neste mundo. É a graça de Deus transformando homens pecadores em novas criaturas. Essa é a obra principal do Espírito Santo. Ele está agindo neste mundo e na igreja. Mas, com essas inversões doutrinárias, este trabalho tão tremendo do Espírito Santo acaba sendo esquecido por muitas pessoas e igrejas que se dizem evangélicas. No estudo desta noite, vamos ver como o Espírito age na Igreja, neste mundo e nas vidas dos pecadores. Não devemos esquecer jamais que o Espírito Santo é Deus.
I. O ESPÍRITO SANTO ATUANDO NA IGREJA
1.Veio para fazer morada na igreja;
2.Veio para capacitar os cristãos a viverem para Cristo;
3.Veio para consolar ,ensinar em toda a verdade e guiar os fiéis para Cristo.
4.Veio, através da Igreja, aplicar a salvação nos corações daqueles que se arrependem de seus pecados.
5. Veio trazendo os dons. Os dons que hoje operam na igreja não são apenas os dons de línguas, de cura, de milagres e outros extraordinários. Mas há o maior de todos eles, o dom da regeneração que acontece todos os dias. Todos os dias o Espírito regenera alguém pela pregação da palavra.
6.Veio para produzir os frutos do Espírito no crente.

II. O ESPÍRITO SANTO ATUANDO NO MUNDO
1.Convence o Mundo do Seu Pecado.

a) Que pecado? Esta é a pergunta que o mundo faz. O mundo se acha bom. O mundo acha que não pode ser acusado de pecar contra Deus. As pessoas acham que o pecado não é contra Deus. Acha que a solução para todas as misérias que acontecem no mundo é cada ser humano procurar ser melhor e mais solidário. Para o mundo,a resolução dos problemas está na bondade do homem porque a paz começa no homem. O Espírito Santo veio à terra para convencer o mundo do seu pecado. Ele veio mostrar que todos pecaram e carecem da glória de Deus.
b) Apesar de toda religiosidade que existe no mundo, as pessoas, na grande maioria, são descrentes. As religiões que existem são humanistas. Estão centralizadas no homem e não em Deus, que é a fonte da verdadeira religião. Quando o homem é cultuado, Deus é desprezado. Hoje em dia se fala muito sobre Deus, mas, o coração das pessoas está longe de Deus. O mundo rejeita Deus. Por isso é julgado: “o julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más” (Jo 3.19). Cristo veio e foi rejeitado. A Bíblia afirma que o “mundo jaz no maligno”.
c) Os homens precisam se arrepender de seus pecados. Sem arrependimento, não há comunhão com Deus. Se não há comunhão com Deus, não há vida em Cristo. Se as pessoas não crêem em Cristo como seu salvador, irão morrer em seus pecados (Jo 8.24). As pessoas precisam ser convencidas dos seus pecados. O Espírito Santo é quem faz esta obra. Só Ele pode convencer os homens de sua miséria e Ele faz isto através da pregação do evangelho. Não apenas expõe a culpa dos homens. Ele também desperta a mente das pessoas para arrependimento. O Espírito Santo aponta o pecado, a miséria espiritual e o estado de perdição das pessoas.
d) TODOS pecaram e não há exceção. Ninguém quer seguir a Deus nem quer buscar a Cristo. Não um justo, nenhum sequer, não há quem faça o bem. Não há quem busque a Deus. Todos se desviaram da verdade e buscam seus próprios caminhos de falsidades. Estão mortos em seus delitos e pecados. Não há vida nem paz. Só o que se vê é guerra, destruição,impiedade e injustiça. Quem poderá neste estado de impiedade fugir da justiça de Deus? Quem poderá fugir de sua ira terrível sobre o pecado?
e) Mas, graças ao Espírito Santo, o homem é despertado do seu sono de morte. A pregação do evangelho é ouvida em bom tom. As pessoas escutam e se arrependem de seus pecados. Outras são endurecidas e morrem na incredulidade. Depois da descida do Espírito Santo a palavra de Deus foi pregada a uma grande multidão. Foi exposta a necessidade de arrependimento ao povo. Cristo foi pregado como o caminho da vida e salvação. Enquanto Pedro pregava, o Espírito Santo trabalhava através daquela pregação fiel. O Espírito Santo despertou a consciência e quebrou corações endurecidos pelo pecado. Ao término da pregação uma grande multidão aceitou a Jesus, porque foram convencidas pelo Espírito Santo de seus pecados. O Espírito Santo mostrou-lhes a sua culpa e a necessidade de uma nova vida. O Espírito no decorrer da história mostra sua grandiosa obra nas vidas das pessoas convencendo-as do pecado. Além de nos convencer dos nossos pecados e fazer com que nos convertamos, Ele agora habita em nós. Ele fez morada em nossos corpos. Existe maior alegria do que esta?

2. Convence o Mundo da Justiça.
a)A Bíblia diz que Ele convencerá o mundo “da justiça, porque vou para o Pai, e não me verei mais” (Jo 16.10). Quando o Senhor Jesus Cristo falou esta palavras, Ele estava se referindo ao mundo, representado aqui pelos judeus. Jesus foi morto porque foi acusado de ser malfeitor e falso profeta. Quando julgado inocente, foi condenado pelos judeus. Preferiram libertar a Barrabás que a Jesus. Preferiram libertar um assassino que o inocente Cristo. Preferiram um pecador ao Justo de Deus. Jesus Cristo foi morto como malfeitor. O mundo dizia que ele deveria morrer. Jesus mesmo disse que ele era a justiça e a verdade. Mas, o mundo “em nome da justiça” condenou ao Senhor Jesus Cristo. Ele foi cortado da terra dos viventes como um assassino pelos homens. Ele foi morto como malfeitor. Os judeus o expuseram a grande desonra,dizendo ao mundo que Jesus era culpado.
b)Cristo foi rejeitado pelos homens, mas foi aceito no céu pelo Pai. Em Atos 2.22, depois do derramamento do Espírito, Pedro ousadamente proclama, no poder do Espírito Santo, que Jesus é a justiça de Deus. As pessoas foram convencidas de que sua própria justiça não leva a nada. Que não podem encontrar a salvação em sua própria justiça por ser pecaminosa. Receberam o perdão dos pecados decorrente da justiça que vem da cruz. Nós fomos convencidos dos nossos pecados e da nossa falsa justiça. Quando não conhecíamos a Deus, éramos seus inimigos. Mas, pela justiça de Cristo somos seus amigos. Não vemos a Jesus com os nossos olhos físicos. Mas o vemos com os olhos da fé. Ele está à direita de Deus Pai intercedendo por nós. A Escritura Sagrada testifica isto claramente, que Ele foi para junto do Pai, como nossa justiça. Fomos convencidos de que Jesus é a justiça para todos que querem ser salvos dos seus pecados. Esta é a grandiosa obra do Espírito Santo em nossas vidas pois nos mostrou onde devemos buscar a justiça santa. A justiça que nos livra da ira de Deus.
3. Convence o Mundo do Juízo.
a)Este juízo é o juízo condenatório de Cristo. É o dia em todas as criaturas serão julgadas. Naquele dia Cristo separará os seus fiéis dos infiéis. O Senhor Jesus Cristo diz que o Espírito Santo convencerá o mundo “do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado” (Jo 16.11). O príncipe do mundo é satanás. Ele é o sedutor do mundo. Ele é aquele que governa os corações dos incrédulos. Ele é príncipe do mundo pecaminoso. Ele tenta criar seu reino. Ele tenta destruir o reino de justiça do Senhor Jesus.
b)A crucificação de Cristo foi a certeza do juízo de satanás. Ele foi vencido na cruz. Ele foi condenado para sempre já na cruz. No último dia a sentença será manifesta claramente “quando o diabo, o sedutor do mundo for lançado dentro do lago de fogo e enxofre (Ap 20.10). O mundo por aceitar o domínio de satanás e rejeitar a Cristo já está condenado no seu pecado. Satanás já sabe que lhe falta pouco tempo. Viver no pecado é desprezar a Cristo e caminhar para o inferno. Mas, o Espírito Santo age e convence as pessoas do juízo que está por vir. Quem não crê no Filho de Deus será condenado. Porque a mensagem do Evangelho tem dois lados. Quando o Evangelho é pregado o Espírito Santo age nas pessoas e as regeneram para a vida em Cristo. E o outro lado é quando o evangelho é pregado e as pessoas não crêem, o Espírito Santo endurece o coração das pessoas para a condenação.
Conclusão: Nós hoje estamos salvos porque fomos convencidos do nosso pecado, da justiça de Cristo e do juízo de Deus sobre o pecado. Graças a Deus pela ação do Seu Santo Espírito na Igreja e no mundo.

Rev Dionildo Dantas
Fonte: http://www.revdionildodantas.com/2012/05/estudo-quando-ele-vier-convencera-o.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço e será um prazer receber seu comentário que depois de aprovado será publicado.