sábado, 26 de julho de 2014

Absurdo, loucura? Conclua você mesmo lendo a matéria abaixo

Só para adultos: as mais terríveis bebidas alcoólicas

Estas bebidas não deveriam ser consumidas não só por crianças, elas são, de fato, contraindicadas para adultos também. Surge a impressão de que nos últimos milênios as pessoas simplesmente se fartaram de beber vinho, cerveja e bebidas alcoólicas fortes. Foi justamente por isso que elas criaram estas misturas infernais... Nós lhes oferecemos uma seleção das bebidas alcoólicas mais bizarras inventadas pelo homem.

O primeiro lugar entre os aperitivos mais chocantes com seus ingredientes pertence ao “vinho” de arroz coreano Ttongsul. Pensavamos que depois da famosa sopa Boshintang feita de carne de cão, folhas de perilla e dente de leão, nada poderia nos surpreender mais... Mas os coreanos conseguiram se superar a si mesmo nisso – o principal componente do Ttongsul são fezes humanas, no entanto, devemos reconhecer que os maestros locais usam somente fezes de criança, desodoradas segundo um método antigo especial e infundido com ervas aromáticas, decocção de arroz e talos de bambu. O processo de fermentação leva vários meses, passados os quais a bebida está pronta para consumo por quem quiser, embora essas pessoas sejam poucas mesmo na Coreia (tanto do Norte como do Sul), de onde origina a receita.

Para fechar o tema de bebidas feitas à base de produtos de atividade humana, não podemos ignorar o Gilpin Family Whisky – um uísque inglês único, feito de... urina. Seu criador James Gilpin estava certo de que sua criação seria apreciada por fãs de alta cozinha inglesa. Parece que foram pessoas como Gilpin que levaram ao Reino Unido o título de “chacota gastronômica da Europa”. Mas para sermos justos devemos notar que a cozinha inglesa não é assim tão ruim como muitos europeus estão acostumados a pensar nela. Uma coisa são pratos simples, mas saborosos como peixe e batatas fritas e pudim de Yorkshire, e outra bem diferente é uma mistura selvagem de uísque, açúcar e urina filtrada de idosos, que é apresentada como uma nova tendência gastronômica. A propósito, os velhos devem necessariamente estar sofrendo de diabetes (é justamente este fator, segundo James Gilpin, que “faz o sabor do uísque simplesmente inesquecível”). E apesar de que o negócio do engenhoso britânico está crescendo, poucos de seus compatriotas se atreveram a provar o uísque caseiro exclusivo. Assim, neste caso, o conservadorismo tradicional britânico serviu-os bem.

Para todos aqueles que se atreveram, apesar de tudo, a provar as duas bebidas anteriores e querem afogar o seu gosto, há uma ótima opção, o Jeppson's Malort, um licor com base em absinto, que possui um dos retrogostos mais incrivelmente longos e repugnantes capaz de fazer perder completamente a vontade de comer, rezar e amar durante vários dias seguintes. O Malort pode muito bem se gabar do gosto mais repugnante entre todas as bebidas alcoólicas em toda a história de sua existência. Beber Malort significa sentir na língua o gosto do líquido de embalsamar, a amargura de pneus queimados, aguarrás e gasolina. No entanto, há quem goste dessa mistura estranha também, embora na verdade sejam poucos. Segundo estatísticas, apenas uma pessoa em 49 concorda em repetir a experiência inesquecível de consumir Malort.

Essas bebidas alcoólicas exóticas, apesar de sua estranheza e alteridade de tudo o que alguma vez provamos, sempre encontram seus consumidores. A final de contas, se isso se vende, então é porque alguém precisa. Talvez você?
Fonte: http://portuguese.ruvr.ru/news/


Leia mais: http://portuguese.ruvr.ru/news/2014_07_26/S-para-adultos-as-mais-terr-veis-bebidas-alco-licas-6871/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço e será um prazer receber seu comentário que depois de aprovado será publicado.