domingo, 2 de fevereiro de 2014

Dicas para professores da Escola Bíblica Dominical

       Lecionando em escola bíblica por aproximadamente 5 anos e 8 meses, aprendi alguns princípios e atitudes, bem como uma boa experiência,  que um professor deve evidenciar para que possa bem ministrar com êxito as lições a ele incumbidas. E aqui quero compartilhar apenas algumas dicas que você que ensina seja na EBD, ou em qualquer outra área, poderá aplicar para bem desempenhar seu trabalho. Lembrando que, assim como o bom músico jamais pode deixar o conservatório, o bom professor jamais pode deixar de aprender e agregar novos valores na área do conhecimento, pois quem quer ensinar, também tem que aprender sempre.

Algumas dicas para o professor da EBD
1. O professor tem um papel muito importante no processo ensino-aprendizagem, uma vez que a ele cabe despertar no aluno a vontade de aprender.

2. O professor da EBD deve ser alguém com total domínio do assunto que vai ser ministrado e no caso da EBD, a lição. Pois é de sua responsabilidade a formação cristã de seus alunos na parte que cabe a igreja.

3. A comunicação entre o professor e os alunos é fundamental para o sucesso no processo ensino-aprendizagem.

4. O  professor desenvolve um papel muito importante no processo ensino-aprendizagem, pois a ele compete:

5. Deve ter a capacidade de orientar e controlar seus alunos durante a aula;

6. Ter a sensibilidade para avaliar o desempenho ou a participação dos alunos na lição e intervir se necessário for

7. O professor planejará a aula levando em consideração os objetivos previstos na lição.

8. No estudo e planejamento da aula, o professor deverá fazer as seguintes perguntas:
  - Quais os OBJETIVOS da aula ou da lição?
  - Qual é o TEMPO DISPONÍVEL?
  - Quais são as TÉCNICAS de ensino mais adequadas para a classe, tendo em vista as mais diversas faixas etárias?
  - Quais são os MEIOS AUXILIARES a utilizar?
  - Quais são as TAREFAS que os alunos deverão executar, levando em consideração que sempre a prática por parte deles sempre é a melhor opção para aprender?
  - Quais os LOCAIS disponíveis? Esses locais possuem segurança? Existem portas para evacuação em caso da ameaça da segurança?
  - Qual é o NÍVEL dos alunos?
  - Quais são as FONTES DE CONSULTA necessárias e disponíveis.

9. Saber ouvir, ser paciente, estar predisposto a responder aos comentários ou observações feitos pelo aluno e suprimir qualquer forma de preconceito.

10.  Expressar-se com clareza - Zelar pela comunicação clara e precisa do que pensou, assim como adaptar-se ao linguajar dos alunos.

11. Criar situações que contribuam positivamente para o aumento da auto-estima dos alunos, assim como estar sempre receptivo às mudanças positivas.

12. Sempre fazer uso de termos acessíveis, evitando palavras pouco usadas, neologismos ou excesso de termos técnicos, bem como evitar termos vulgares como gírias ou cacófatos que pode inclusive viciar os alunos.

13. Expressar-se em tom de voz agradável, corrigindo problemas como nasalidade ou voz cavernosa, estridente ou gutural, controlando sempre a intensidade de emissão do som, evitando falar muito baixo ou muito alto.

14. Pronunciar as palavras com clareza e completa de todas as sílabas e letras.

15. Não se apoiar sobre a mesa, retroprojetor, quadro de giz, paredes ou meios auxiliares, e não colocar as mãos nos bolsos.

16. Falar olhando para os alunos e nunca para o alto.

17. Observar os alunos, verificando o grau de interesse e identificando sinais tais como aborrecimento, enfado, sentimentos negativos ou frustração.

18. Demonstrar segurança naquilo que diz e faz, dominando o assunto e falando com convicção.

19. Não deixar passar para a classe seus problemas particulares, e jamais perder a paciência.

20. Estar ciente de que tem um papel muito importante no processo ensino-aprendizagem, uma vez que a ele cabe despertar no aluno a vontade de aprender.

21. Deve ser um perito nos assuntos sob sua responsabilidade, pois é o formador de seus alunos.

22. Conhecer e estar ciente das características dos seus alunos. Pois este é um fator muito importante que o professor deve considerar. O nível intelectual, o grau de conhecimento prévio acumulado e os aspectos socio-culturais influem diretamente no planejamento da aula a ser ministrada.

23. Mostrar aos alunos a aplicação na vida real daquilo que está sendo ensinado através de um fato ou história verídica.

24. No início da lição, ler com os alunos os objetivos da lição que será estudada e o sumário que será seguido, deixando ambos em evidencia para que sejam conferidos pelos alunos.

25. E por fim, nunca esqueça do fator segurança. O local da aula, deve oferecer segurança total. Também deve-se prever os procedimentos a serem executados em caso de acidente, ou incêndio. Qual o hospital ou pronto socorro mais próximo e como conduzir com rapidez a evacuação do enfermo até ele, e quais os meios serão utilizados para o transporte. 

Conclusão
      É fundamental, que os alunos saibam o que a lição tem a ver com a nossa situação atual ou como aplicá-la a sua vida.       


Pb Adalberto Pimentel da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço e será um prazer receber seu comentário que depois de aprovado será publicado.