quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Política cega conduzindo cegos

     Morto não falta neste país. Além dos mortos (inúteis, acomodados) do governo (sem generalizar), temos aí a morte de inocentes que morrem ao ir para o trabalho, a uma diversão ou qualquer outro motivo. Temos mortos dentro do útero e morto por quem mais deveria protege-los, temos os mortos nos hospitais porque gente ruim e corrupta desviou a verba que deveria comprar o medicamento ou possibilitar o atendimento para estas pessoas, enfim, mostos de todo tipo. Mas esta semana houve uma repercussão porque um rapaz homossexual morreu. Ninguém deseja que homossexuais morram, eles devem ter a proteção da lei como qualquer outra pessoa, mas eles não são melhores que os outros cidadãos que morrem por causa do descaso das autoridades, por causa das leis frouxas e de um sistema de justiça lento. Sabe porque alguns casos geram muita repercussão? Porque seus defensores políticos perdem votos. Você dileto leitor ja pensou naqueles bebezinhos indefesos dentro do útero vendo aqueles instrumentos de corte vindo como uma terrível armas contra eles para lhes tirar a vida? Ou do veneno que é injetado que se não tirar-lhes a vida vai lesá-los pelo resto de sua existência? Não isto não gera repercussão, porque os olhos físicos de parte desta sociedade é omissa e não enxerga esta matança abominável. A morte de uma criança indefesa no útero é muito pior do que alguém que leva um tiro, porque ela é dolorosa fisicamente e mostra as entranhas doentes da essência do ser humano. É aí que digo que alguns agentes políticos do governo enganam, porque se demonstram indignados com fatos que os olhos vêem, mas não se mostram compassivo com a morte de outros inocentes que são mortos todos os dias. Isto mostra a hipocrisia do sistema. Agora eu quero deixar um conselho para aqueles ou aquelas que apresentam uma falsa proteção aos moradores desta sociedade, os agentes que possui força política ou de qualquer cargo e que apoia os que vivem na rebeldia, imoralidade, apostatados e fora dos conselhos de Deus, e o meu conselho é este: Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma, temais aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo (Mt 10:28).
         Lembremo-nos de Sodoma e Gomorra, lá não teve política nenhuma que impediu a justiça de Deus de se desencadear sobre aquele povo rebelado. Lembremo-nos também de Canaã, foram exterminados porque não tinha o que se fazer para mudar a mentalidade daquele povo.   Não adianta, a politica cega, levará os seus cegos para o abismo, temos que ter leis para todos e não para somente alguns grupos que por força de voto, estão ganhando força como em Sodoma e Gomorra. Pb Adalberto Pimentel da Silva. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço e será um prazer receber seu comentário que depois de aprovado será publicado.