sábado, 23 de novembro de 2013

O Homem Impregnado de Religiosidade

Gênesis 3:7 e 21 Então, foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais. 21 E fez o SENHOR Deus a Adão e a sua mulher túnicas de peles e os vestiu.
       Em Gênesis capitulo três, tomamos conhecimento da trágica decisão de Adão e Eva, que após desobedecerem a uma ordem de Deus, descobrem que estão nus e resolvem se esconder de Deus colocando folhas para tapar sua nudez (V7). Este versículo sete nos mostra uma realidade nos dias de hoje, quando vemos pessoas também enganadas ou por desconhecimento da graça de Deus, que tentam esconder sua situação pecaminosa através da pratica de boas obras, através da religião ou da justiça própria, já no caso do versículo vinte e um, É Deus que sacrifica um animal, faz da pele túnicas e veste Adão e Eva. Que contraste incrível há nestes dois versículos, um mostra o homem tentando esconder seus pecados, e no outro nos mostra Deus cobrindo o pecado do homem. Outra coisa interessante é que um animal é sacrificado, será que Deus não podia tapar a nudez de Adão e Eva com outras folhas? A resposta é que Deus decidiu através deste ato, passar uma mensagem para a humanidade, de que sem derramamento de sangue, não há remissão dos pecados. Tal fato já apontava para o sacrifício de seu filho na cruz para salvar o homem de seus pecados, é isto, vem de Deus, é dom de Deus e não do homem. Uma das lições que aprendemos nestes versículos é que não adianta o homem se impregnar de religiosidade, boas obras e justiça própria, se ele não aceitar a salvação que vem de Deus. Quando o homem tenta impressionar a Deus pelas suas justiças, boas obras e religiosidade, na verdade o que ele está oferecendo é fogo estranho (abominação) e tudo isto não passa de folhas de figueira. Devemos destacar que as obras são importante na vida do homem, mas não para a salvação. O homem é salvo para as obras e não pelas obras. Jesus é o enviado de Deus em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça, Efésios 1:7. Pense nisto.
Adalberto Pimentel da Silva  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço e será um prazer receber seu comentário que depois de aprovado será publicado.