sexta-feira, 27 de setembro de 2013

PROFUNDEZAS DE SATANÁS SÓ EM TIATIRA? (Ap 2.18-29)


Esta carta é a mais longa de todas do Apocalipse e contém uma apresentação do Senhor Jesus com ênfase em sua divindade, nos versículos iniciais da carta encontramos essa poderosa revelação do Mestre Amado: “Isto diz o Filho de Deus, que tem seus olhos como chama de fogo e os pés como semelhantes ao latão reluzente” (Ap 2.18), sem dúvida era pra que neste lugar em que se falava e ensinava sobre “profundezas de satanás”(v 24),eles entendessem que a maior e mais profunda verdade sobre o mundo espiritual,o único que tem autoridade para ensinar é o Senhor que é o soberano incontestável.

Neste rápido comentário vamos nos deter apenas na intrigante expressão do Senhor Jesus no versículo 24: “Mas eu vos digo a vós e aos restantes que estão em Tiatira, a todos quantos não têm esta doutrina e não conheceram como dizem as profundezas de Satanás, que outra carga vos não porei”. "As profundezas de Satanás" (isto é, "os segredos profundos") talvez se refiram ao falso ensino de que, para experimentar plenamente a graça e a salvação divinas, devemos penetrar nas profundezas do pecado e conhecer todos os tipos de males (BEP).

Satanás. Satanás (do gr. satan, que significa adversário)
Diabo (do latim diabolus, por sua vez do grego διάβολος, transl. diábolos, "caluniador", ou "acusador") é o título mais comum atribuído à entidade sobrenatural maligna da tradição cristã.


Em nosso modo de ver estamos vendo o pleno cumprimento do texto de Paulo encontrado em (1Tm 4.1)“Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios”.

 Satanás estava presente e ativo na Ásia quando Jesus enviou estas cartas às igrejas. Ele tinha

sinagogas em Esmirna (2.9) e Filadélfia (3.9), e um trono em Pérgamo (2.13).Em Tiatira, ele tinha uma profetisa que incentivava as pessoas a conhecerem as “coisas profundas de Satanás”. Para servir a Deus num ambiente cheio da influência do diabo, com tanto misticismo e aberto satanismo,o discípulo de Cristo teria que lutar muito pela sanidade doutrinária e espiritual e confiar em Deus, certo da recompensa para os vencedores.

Acreditamos,como alguns comentadores,que a referência às “profundezas de satanás”poderia ser uma ironia da parte do Senhor sobre o que os próprios falsos profetas e mestres se arrogavam como sendo muito profundos em termos de “espiritualidade” e com isso desprezavam ou ridicularizavam o Anjo da Igreja com seu ensino verdadeiramente bíblico. “Como os ensinamentos apresentados eram baseados nos ensinamentos dos gnósticos que diziam apresentar as profundezas espirituais de Deus, Jesus faz uma ironia considerando esses ensinamentos como sendo as profundezas de Satanás e não de Deus. Afinal a imoralidade pregada e praticada pelos gnósticos e cristãos que as seguiam e aceitavam esses ensinamentos não faziam parte da ética cristã”.

 Um dos perigos atuais e que quase ninguém está enxergando, ou talvez não querendo enxergar!Trata-se das apresentações puramente artísticas a guisa de “culto”, ou adoração, nos templos e que tem tido maciça aceitação são os propalados “Ministérios de danças”, “Rap”,de “malabaris”etc,que ao invés de inspirar verdadeira adoração,gera somente emoção às vezes verdadeira histeria irracional ou quando não até mesmo sensualidade instintiva.Não tenho nada contra estas apresentações, desde que se realizem em locais para isso designados onde vai certamente acontecer vaias,gritos histéricos,e até fanatismo religioso confundido com espiritualidade. Não é de admirar que estejam caindo endemoninhados em tais reuniões e mesmo assim iludem multidões,é simplesmente impressionante!

 Li em um artigo na internet,escrito por alguém que assistiu a um desses shows, o segue sobre o “A maior banda gospel da América latina”,como é o mote de divulgação do mesmo nos meios de comunicação.

Como é tradicional, durante o feriado da Semana Santa, é realizado o “Congresso de Louvor e Adoração Diante do Trono”, em Belo Horizonte. Este ano o evento chegou à sua 13ª edição e foi realizado no Expominas. Estive presente em alguns momentos, já que ganhei uma cortesia (o preço para participar do evento este ano foi R$ 110,00), e pude assistir, triste e assustado, ao culto feito à família Valadão. A celebrização era evidente por meio de um discurso muito distante do Evangelho. A Graça de Cristo sequer foi anunciada.

Como prato principal, muita luz, som, mensagem de autoajuda, promessas vazias de vitória e conquistas. E glamour – muito glamour. Pastores vieram dos Estados Unidos para ensinar (e vender um livro que ensina) “como ser um adorador”. Lá fora, stands variados: venda de livros, CDs e DVDs, camisas, agendas e todo tipo de bugigangas relacionadas à marca Diante do Trono e a outras relacionadas, como André Valadão e Mariana Valadão. Dentre todos os produtos, o que mais me chamou atenção – e assustou - foi a marca de joias da líder do ministério de louvor. Comércio e emocionalismo. Nas chamadas ministrações, excesso de barulho. O som direcionado a potencializar as manifestações emotivas. Muitas lágrimas e gritos, acompanhando o ritmo frenético do som. Quando há silêncio, no entanto, as pessoas se calam. A isso chamam, equivocadamente, de “poder”, “presença de Deus”. Triste engano. (http://www.webevangelista.com/2012/04/sobre-o-diante-do-trono-e-os.html)
 Lá, como hoje, temos muita gente nas igrejas em busca de algo excêntrico, místico ou misterioso,e com toda certeza essa maneira de falar impressiona,convence e até amedronta muita agente incauta e despreparada espiritual, bíblica e teologicamente no seio da Igreja. Aliás, as coisas que perturbavam a fé daqueles fiéis do século primeiro igualmente contaminam a crença de muita agente que hoje se diz crente em nosso “século das luzes”, como se diz por ai. E por estarem os homens muito abertos a esse tipo de misticismo, o diabo, enganador por excelência, tem achado uma tremenda área de conforto onde posar e frutificar suas nefastas e perniciosas ideias nos corações dessa gente que somente se interessa pelo que lhes dê algum sentido emocional ou sentimental de vida. Temos um forte movimento nas Igrejas Neopentecostais propondo sempre extravagâncias e busca do sobrenatural, e com isso abundam os relatos de pessoas com revelações fantásticas e naturalmente sem apoio da bíblia Sagrada, umas buscas pelos milagres venham de onde vierem e isso gerou a síndrome da “milagrolatria”.

  Muitas pessoas hoje estão limitando o chamado avivamento espiritual a milagres, curas exorcismos (expulsões de demônios). Toda vez que superenfatizamos uma verdade em detrimento de outra, nós produzimos deformações e distorções nesta verdade. Deus pode e faz maravilhas, curas e prodígios extraordinários quando Ele quer. Ele é soberano, entretanto, esta não é a ênfase principal de uma vida verdadeiramente avivada. Isto será um dos resultados. Algumas igrejas hoje estão correndo mais atrás de sinais do que atrás de santidade, existem alguns crentes que, empolga-se mais com milagres do que com a vida cheia do Espírito. Como o diabo sabe perfeitamente dessa tendência humana pelo sobrenatural, tem se aproveitado disso exaustivamente se imiscuído no seio das comunidades, não somente os incrédulos, mas também, e infelizmente no meio de muitas chamadas comunidades “evangélicas”, principalmente neopentecostais. Nestes arraiais abundam as “revelações”, onde tudo, ou quase tudo é feito ou deixado de fazer obedecem a tais experiências, geralmente individuais e que acabam por determinar o modo de agir da comunidade local toda, que consideram isso como vontade de Deus mostrada para o tal “Ministério”.

  Um Igreja elogiada por suas muita obras e até mesmo pelo seu Amor maior. Mas, nem tudo eram flores no seio daquela comunidade de fé. Havia uma atitude complacente por parte do Anjo da Igreja,e certamente pelos seus líderes. Qual eram os problemas lá? O Senhor Jesus os identifica como sendo tolerância para com um ensino herético ministrado por uma Mulher, cognominada de profetiza pela congregação local. O conteúdo daquilo que esta senhora divulgava não estava nem um pouco agradando ao Senhor Jesus que repreendeu o líder da igreja e por extensão a todos os crentes da região para que não dessem guarida ao tal ensino extra ou até antibíblico.

Segue comentário interessante encontrado no artigo “The Two Churches”, do site Letusreason,Traduzido/comentado por Mary Schultze, em 31/12/2007.

 Os gnósticos chamavam suas doutrinas de “as profundezas de Deus”, afirmando que elas continham segredos e mistérios arcanos. Contudo, Cristo as chama “profundezas de satanás”. A Bíblia diz que os que procuram tais coisas são os que sentem comichões nos ouvidos. Isso acontece quando a doutrina gnóstica persuade o homem a buscar os mistérios e o profundo conhecimento dos homens que já os obtiveram. A Escritura classifica isso como ocultismo. No Evangelho de Tomé (gnóstico) é declarado que aqueles que alcançam um conhecimento mais elevado não são simplesmente cristãos, mas “cristos”. Como? Experimentando o Espírito e o seu conhecimento arcano da sabedoria divina.

Os primeiros falsos profetas que seduziram os membros da Igreja de Tiatira eram mulheres. A mulher Jezabel, abandonava os profetas de Deus, colocando em seu lugar as próprias falsidades, levando a Igreja ao adultério espiritual. Isso mesmo acontece, hoje em dia, com algumas célebres mulheres carismáticas, que têm os seus próprios ministérios (milionários),  seduzindo os crentes mal informados.Tiatira ainda praticava a  fé e o amor, porém havia sido apanhada na aracnídea rede de uma adúltera, seduzida pelo seu carisma.

Existem dois ministérios batalhando pelas almas: o ministério da iniquidade e o ministério da piedade. Quem se entrega ao primeiro, recebe os mistérios espirituais provenientes de Satanás. Não é possível seguir os dois ministérios, ao mesmo tempo. Satanás é a criatura mais forte criada por Deus e não há qualquer indício de que ele tenha perdido o seu poder e conhecimento, após ter-se corrompido pelo pecado. Não devemos subestimá-lo, pois ele tem grande poder e influência nos assuntos espirituais. O mundo jaz no maligno, isto é, sob sua influência e o seu principal objetivo é levedar e destruir a Igreja do Senhor.

Os falsos profetas da Igreja moderna vangloriam-se de conhecer as profundezas espirituais de Deus, usando os pomposos e  egocêntricos títulos de apóstolos e profetas. (cheios do conhecimento) por eles mesmos declarados. Jesus disse que essas chamadas “profundezas” (do conhecimento) eram, na verdade, “as profundezas de satanás” (Apocalipse 2.24). Esse tipo de engodo satânico tem seduzido a Igreja.
O apóstolo Paulo escreveu a maior parte do Novo Testamento, tendo permitido e até ordenado que questionássemos tais ensinos. Devemos considerar hoje o que a Escritura realmente diz a respeito dos tempos que se aproximam, quando não será tão fácil mudarmos a mente das pessoas em direção à verdade. Como cristãos, nossa atitude deveria ser falar somente a Verdade, não importa que possamos desgostar certos homens, os quais estão ensinando de modo contrário à Escritura. Devemos seguir somente Jesus Cristo, Seus ensinos e os ensinos dos apóstolos por Ele nomeados, de andarmos sempre na verdade. Que possamos ser os Seus discípulos, perseverando até o fim!

Que Deus por seu Glorioso Espírito, nos capacite a não nos deixar envolver com os falsos ensinos, tais como os que acabaram por contaminar parte dos crentes da antiga Tiatira,a idolatria que hoje também se vê a respeito de alguns líderes,homens mulheres chamados modernamente de “profetas e profetisas”,que estão cada vez mais elitizadas,mais ricos e instigando mais e mais uma vida de muito glamour ao seus seguidores no lugar da simplicidade proposta por Jesus.

Por exemplo, com tristeza, tenho constatado que um trimestre inteiro onde estudamos sobre os perigos da falácia da “doutrina” da prosperidade, não surtiu efeito duradouro em algumas lideranças de nossa Igreja, visto que ainda os estou ouvindo defendendo famosos líderes adeptos desses desvios doutrinários, mesmo vendo as vergonhosas divulgações na mídia de escândalos e mais escândalos envolvendo as lideranças desses movimentos. Então só posso aplicar a este tempo as palavras de Paulo em (2Co 4.4) 
Há vários ensinos disseminados, hoje por ai, que pode ser facilmente enquadrado no seguinte texto da Palavra de Deus: “Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência”(1Tm 4.1,2)

Pr. Clari Mattos
Ctba, 01/05/2012
Assembléia de Deus
www.assembleiadedeus.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço e será um prazer receber seu comentário que depois de aprovado será publicado.