quinta-feira, 25 de julho de 2013

O ESPÍRITO DO ANTICRISTO E O MUNDO (1 Jo 2.18-28)

Introdução
Todos os que se opõem à obra de Cristo, são dirigidos pelo espírito do Anticristo, que já atua no mundo. Embora a sua manifestação ainda esteja por acontecer, o apóstolo João discerniu com clareza que, já no seu tempo, ele operava no mundo (1 Jo 4.3).

I – O ESPÍRITO DO ANTICRISTO.

  1. O que significa o espírito do Anticristo ?
    1. Significa a atuação demoníaca que Satanás concederá ao Anticristo, quando este se manifestar, e fará com que ele seja dotado de poderes sobrenaturais.
    1. A Bíblia diz que o Diabo dará a ele “o seu poder, e o seu trono, e grande poderio” (Ap 13.2). O apóstolo Paulo ainda esclarece que o filho da perdição se manifestará “segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça” (2 Ts 2.9,10).
    2. O mundo, durante a Grande Tribulação, terá o domínio da trindade sat6anica. O Diabo será o antipai; o Anticristo, o antifilho; e o Falso Profeta, o antiespírito.
  1. Como se manifesta hoje o espírito do Anticristo ?
    1. Satanás procura, de todo modo, divulgar o seu nome e o que ele representa, em toda a face da Terra, principalmente entre os jovens, de forma oculta.
    2. O espírito do Anticristo divulga os nomes da trindade satânica em artigos comercializados, como camisetas, blusões, etc., e muitos, sem o saber, cooperam para a sua propagação, no meio da juventude.

II – QUAL A FINALIDADE DA OPERAÇÃO DO ESPÍRITO DO ANTICRISTO NA ATUALIDADE ?

1)  Ele combate a Trindade.
    1. O apóstolo João alertou para o fato de que o espírito do Anticristo já combatia a doutrina da divindade de Jesus (1 Jo 2.18,22).
    2. O apóstolo Paulo escreveu a Timóteo e predisse que nos últimos tempos haveria apostasia, e que muitos dariam ouvidos a doutrinas de demônios e a espíritos enganadores (1 Tm 4.1,2).
    3. Este espírito de apostasia conseguiu entrar em muitas faculdades de Teologia. Como resultado, vêem-se por aí muitos “pregadores do evangelho” que não acreditam no nascimento virginal de Jesus, e nem no valor expiatório da morte de Cristo no Calvário, para a salvação da humanidade.
    4. Há também, como resultado da operação do espírito do Anticristo, a existência hoje, no Brasil, de tantas igrejas satânicas que combatem a fé na santa Trindade.
2)  Ele combate a Igreja.
    1. A Igreja tem como meta principal à divulgação do Evangelho de Cristo, poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê (Rm 1.16). E o espírito do Anticristo tem como objetivo impedir que esta mensagem transformadora seja divulgada por meio dos cristãos.
    2. O espírito do Anticristo procura introduzir o rock nas igrejas, para que elas deixem de apreciar a música sacra, inspirada pelo Espírito Santo. Este ritmo (rock) foi originalmente criado por pessoas que queriam adorar a Satanás. Ele pode levar o ouvinte ao delírio, e despertar nele vibrações e estado emocional de auto-satisfação, inclusive excitação sexual.
    3. O espírito do Anticristo procura introduzir na programação de algumas igrejas diversões, como jogos, teatros, etc, a fim de fechar definitivamente a porta para a operação do Evangelho de poder. Este se manifesta onde há espaço para o jejum e a oração.
    4. O espírito do Anticristo aproveita a falta de vigilância, para introduzir o “evangelho da carne”, cuja mensagem se resume em “não faz mal” (Ml 1.8,9). Subvertem-se, assim, os valores morais do binômio (certo-errado). Se não houver cuidado, o caminho estreito começa a alargar-se, e o resultado pode ser fatal !
3)  A operação do Anticristo é desfazer tudo o que tem origem nos atos do Criador.
    1. No mundo inteiro o casamento é substituído pelo “morar junto”. As separações são cada vez mais freqüentes. O divórcio é facilmente obtido.
    2. O matrimônio de pessoas do mesmo sexo está se legalizando, e em alguns países, casais homossexuais já podem adotar criança. O aborto é praticado em larga escala, e é aceito em muitas nações. A eutanásia (possibilidade de tirar a vida de pessoas com doenças incuráveis) é prática legal entre muitos povos.

III – A VITÓRIA SOBRE O ESPÍRITO DO ANTICRISTO.

O apóstolo João, que tanto alertou sobre a operação do espírito do Anticristo, também falou da derrota deste inimigo cruel (1 Jo 2.24-29). Esta vitória não significa, porém, a extinção do mal, mas quer dizer que, pelo poder de Deus, esta força satânica será impedida de operar, e diminuirá sua influência na Igreja do Senhor. É preciso, portanto, ensinar aos crentes como viver vitoriosamente, a fim de que anulem os ataques deste adversário terrível.
1)  Permaneçamos na Palavra de Deus (1 Jo 2.24).
    1. Jesus elogiou a igreja em Filadélfia, porque ela havia guardado a sua Palavra (Ap 3.8,10). E, por esta razão, Ele prometeu guarda-la. João fala dos crentes, os quais haviam permanecido naquilo que desde o princípio tinham ouvido (1 Jo 2.24).
    2. O apóstolo Paulo exortou Timóteo a guardar o bom depósito (2 Tm 1.14), e a conservar o modelo das sãs palavras que ouvira (2 Tm 1.13).
    3. A Palavra de Deus tem a propriedade de atuar como vacina. Imuniza o crente, isto é, torna-o resistente às influências que o espírito do Anticristo procura introduzir (Sl 119.11). A Bíblia apresenta o valor inestimável da Palavra de Deus contra as hostes espirituais da maldade (Ef 6.12), as quais incluem o espírito do Anticristo.
    4. Diante das influências e propostas deste espírito do Anticristo, a Palavra de Deus é a forma decisiva que nos pode dar a vitória contra tudo o que é contrário à sã doutrina (1 Tm 1.10), e contra os “ventos de doutrina” que aparecem (Ef 4.14).
    5. Permaneçamos, pois firmes na Palavra de Deus, porque ela é “viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração” (Hb 4.12).
2)  A unção que recebestes fica em vós (1 Jo 2.27).
    1. João salientou o grande valor da proteção de Deus para alguém ser guardado contra a ação do espírito do Anticristo. A unção é uma proteção maravilhosa que não deixa passar algo, se não a verdade, porque o Espírito Santo é o “Espírito da verdade” (Jo 16.13).
    2. Quando esta unção estiver em plena ação, ela logo dá o “alarme”, se qualquer coisa estranha se manifestar. Esta unção também aviva a nossa fé, porque o Espírito Santo é “Espírito da fé” (2 Co 4.13). Os últimos tempos também afetam a fé. Jesus até chegou a dizer: “Quando, porém, vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra ?” (Lc 18.8).
    3. A unção também opera a esperança. Esta esperança nasce no crente, no momento da salvação (1 Pe 1.3). Ela nos enche de gozo. A virtude do Espírito Santo faz esta graça abundar em nós (Rm 15.13).

CONCLUSÃO

Vivamos, pois, cheios do Espírito Santo (Ef 5.18). O crente repleto do poder de Deus não tem lugar para o espírito do Anticristo, o qual fica, como Satanás, em derredor, sem, contudo, atuar (1 Pe 5.8). E se ele forçar a entrada, resistamos firmes na fé, e ele fugirá de nós (Tg 4.7). O segredo de se ter a vitória sobre o espírito do Anticristo, é o viver uma vida cheia do Espírito Santo.
Fonte: http://assembleiadedeusemcavalcanti.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço e será um prazer receber seu comentário que depois de aprovado será publicado.