segunda-feira, 21 de novembro de 2011

A Mordomia do espírito

Pr. Adiel de Santana
Texto : “O mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo vosso espírito e alma e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda do nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Ts 5.23).

INTRODUÇÃO
O espírito é o que existe de melhor e mais puro no homem, pois vem de DEUS como forma de lembrar ao homem de que ele foi criado por DEUS e que esse DEUS o ama e deseja ter comunhão com ele, assim como o criou também para sua morada o mundo e todas as coisas que nele existem. É somente através do espírito que o homem pode ter contato com DEUS, falar com ELE e ouvi-lo falar com ele. É preciso que a tricotomia humana seja bem administrada para que o homem possa ter comunhão com seu criador; por isso o apóstolo Paulo, inspirado por DEUS, escreveu aos Tessalonicenses, em sua primeira carta, no capítulo 5 e versículo 23 : " E o próprio Deus de paz vos santifique completamente; e o vosso espírito, e alma e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo."

I. QUE É O ESPÍRITO HUMANO

Na Bíblia, a palavra espírito deve ser interpretada dentro do seu contexto para que seja entendido o seu real significado (Mt 27.50; Lc 8.55; 24.39; Jó 12.10; 32.8; 1 Co 14.15 e Is 26.9).

Dentro de nossas traduções bíblicas muitas vezes estaremos nos deparando com palavras que confundem os mais desavisados sobre a divisão imaterial do homem, ou seja entre alma e espírito. Se faz necessário um estudo minucioso para que se perceba nos contextos a diferenciação que a palavra de DEUS faz entre essas duas tão parecidas partes do ser humano e ao mesmo tempo tão diferentes.

1. A distinção do espírito humano.

O espírito é parte integrante somente do ser humano, o que lhe dá maior responsabilidade de adoração e comunhão com seu criador. Os homens naturais, ou seja os homens que não conhecem a DEUS (1Co 2.14) e também os outros seres que DEUS criou podem chegar no máximo até ao louvor a DEUS (Sl 150.6), mas nós os que somos salvos, nascidos de novo, gerados da incorruptível e santa semente, a palavra de DEUS e do ESPÍRITO SANTO, temos o privilégio pela graça de DEUS de adorá-lo em espírito e em verdade (Jo 4.24).Devemos lembrar-nos de que DEUS é ESPÍRITO e aqueles que desejam adorá-lo devem fazê-lo em espírito e em verdade, ou seja, dispensando os estímulos externos; com um coração sincero e temente a DEUS (A adoração é a expressão máxima da oração). Jamais devemos confundir a adoração com o louvor, pois:

1. Louva-se a DEUS pelo que ELE fez ou faz, mas adora-se a ELE pelo que ELE é;

2. O louvor é um agradecimento a DEUS, a adoração é um engrandecimento de DEUS;

3. No louvor precisa-se da participação de outras pessoas e às vezes de instrumentos musicais, a adoração é individual e nasce dentro de nós, em nosso espírito;

4. O louvor chega aos átrios, a adoração chega ao santo dos santos (presença de DEUS);

5. No louvor são usados o corpo e a alma; na adoração são usados o corpo (mortificado), a alma (lavada no sangue de JESUS) e o espírito (“recriado”);

6. Para louvar a DEUS não é preciso comunhão com o ESPÍRITO SANTO, pois até os animais o louvam (Sl 148, 149, 150); para se adorar a DEUS é preciso uma estreita comunhão com o ESPÍRITO SANTO, pois é ELE que nos transporta ao trono.

7. Para louvar não é preciso nascer de novo, para adorar só com espírito “recriado” (ligado a DEUS pelo novo nascimento, através do ESPÍRITO SANTO).

8. Observação: Por isso se vê tão poucos adoradores e tantos que louvam.

9. Aos homens se aplaude (manifestação externa), a DEUS se adora (manifestação interna).

II. DISTINÇÃO ENTRE ALMA E ESPÍRITO

1. A composição tríplice do homem. “O mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo vosso espírito e alma e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda do nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Ts 5.23).

São parte imaterial, ou seja, invisível aos olhos humanos, moram dentro do corpo, o corpo nós vemos, a alma e o espírito só DEUS pode ver (Mt 23.27 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas por dentro estão cheios de ossos e de toda imundícia).

1Co 4.1 Que os homens nos considerem, pois, como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus.. Nesta passagem vemos que existem muitos mistérios insondáveis na palavra de DEUS que ainda não foram revelados ao homem, mas que pouco a pouco vão sendo desvendados pelo ESPÍRITO SANTO que nos transmite esses conhecimentos sobrenaturalmente. Um desses mistérios é exatamente o que estamos estudando, o espírito humano, muitas vêzes confundido com a alma, mas diferente dela como vemos em passagens como 1Ts 5.23 e Hb 4.12.

AS FUNÇÕES DO ESPÍRITO

O espírito dentro do corpo humano é a relação do homem com a vida espiritual, entendendo que o homem não é apenas corpo, matéria, mas também possui relação com o mundo espiritual.

Quando Deus criou o homem ele o fez do pó da terra, e soprou sobre o corpo de barro, e este sopro produziu alma vivente, assim entendemos que a junção do corpo mais espírito ( sopro de Deus ) produziu a alma vivente, assim o homem possui uma tri-unidade, Corpo, alma e Espírito. Isaías 57:16.

O corpo humano como já meditamos em mensagens passada, foi feito por Deus do pó da terra, porém o Espírito, não foi feito, mas Deus deu de si ao homem, o sopro de Deus no homem, foi como um verdadeiro presente, Deus permitiu ao homem Ter em si parte do criador, tanto é que quando o corpo morre, este sopro de vida, o espírito volta ao criador Eclesiastes 12:7, pois ao contrario do corpo e da alma, o espírito não se desfaz, e nem esta sujeito a julgamento, ou condenação espiritual mas conhecido como inferno, devido o Espírito ser totalmente divino, ele não foi criado de Deus, ele é parte de Deus, e por isso na morte do corpo, o espírito volta ao criador que o deu, ou seja enquanto vive o corpo, parte de Deus vive com ele.

Conclusão:

Sendo o Espírito a relação espiritual dentro do corpo humano, as funções do espírito dentro do homem é dar a ele a direção de Deus para a vida do homem, é o espírito que mostra a vontade de Deus na vida humana, na verdade o Espírito busca orientar a alma para que tome decisões dentro da vontade de Deus, um exemplo disso vemos em Salmos 43:5, onde o Salmista mostra o Espírito repreendendo a alma, e dando conselhos a mesma para permanecer fiel a Deus , neste caso não podemos falar que é o corpo que fala a alma, pois o corpo é apenas lugar de morada da alma, mas sim o espírito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço e será um prazer receber seu comentário que depois de aprovado será publicado.